Se as abelhas desaparecerem

Albert Einstein disse “se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência” e eu fiquei chocada!!! Como assim? Mais assustada fiquei quando percebi que as abelhas podem estar mesmo em extinção.

Se as abelhas desaparecerem da Terra

As abelhas vivem em colmeias. No seu interior, existe uma rainha, uma abelha adulta e fértil, mãe de todas as outras abelhas da colmeia. Entre estas, encontram-se cerca de 15000 abelhas obreiras, que usam cera para construir os favos, onde armazenam mel e pólen; e cerca de 1500 zangões cuja principal função é fecundar a rainha. Cada abelha tem, em média, entre 28 a 48 dias de vida, com excepção da rainha, que pode ter até 5 anos de vida.

Na busca do pólen, as abelhas polinizam plantações de frutas, legumes e grãos. Um terço de todos os alimentos os alimentos produzidos no mundo depende da polinização e Einstein explicou a importância das abelhas no ecossistema de uma forma muito simples e directa: “Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana. Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência.”

Razões para preocupação

A utilização excessiva de pesticidas, as alterações climáticas e as espécies invasoras têm vindo a matar cada vez mais abelhas. A multiplicação de doenças fatais como a Varroose, obrigam os apicultores a queimar toda a colmeia, como forma de evitar o contágio a outras colmeias e a própria apicultura pode ser uma ameaça, quando apicultores preocupados com lucro desrespeitam as culturas.

Na Europa e América do Norte, entre 50% a 90% das populações de abelhas desapareceram. Portugal, é dos países menos atingidos, apesar de, entre 2004 e 2007, se estimar que tenham morrido cerca de 3,5 milhões de abelhas no país.

Bee Day

Para aumentar a consciencialização sobre a importância das abelhas, as ameaças que enfrentam e a sua contribuição para o desenvolvimento sustentável, as Nações Unidas designaram o dia 20 de Maio como o Dia Mundial da Abelha.

Hoje e todos os dias do ano, devemos adoptar comportamentos que protejam as espécies do nosso planeta. A CNN dá alguns exemplos:

  • Plantar uma flor no jardim, na varanda ou no alpendre. As flores ajudam as abelhas a sobreviver;
  • Reduzir ao máximo o uso de pesticidas;
  • Comprar produtos locais de forma a ajudar apicultores da zona;

Somos um ecossistema e tudo está interligado. Quando falamos da sustentabilidade das abelhas falamos da nossa própria sobrevivência. Vamos polinizar esta mensagem? As abelhas agradecem e o resto do planeta também.

Artigo relacionado: Abelhas e a cosmética

Photo by Thijs van der Weide from Pexels.